Erros, erros e erros

“O maior erro do ser humano é errar pedir desculpas e continuar errando”. Essa frase, de autor desconhecido, representa muito bem o time do Paiaiá Futebol Clube em três jogos que fez em 2019 ( uma vitória e duas derrotaS).

Hoje, 03/03, no CDC Anhanguera, contra o time do Família FC do Parque Santo Antônio, time que já havíamos vencido pelo placar de 3 x 2, no CDC Santos, não foi diferente.

Sabíamos que enfrentaríamos um time bom. No entanto, a postura do time do Paiaiá não muda.

A começar pelo horário. Gostamos, porque gostamos de chegar em cima da hora.

Começamos o jogo com a seguinte escalação: 1 Sílvio, 2 Gabriel, 3 Rui, 4 Zé Elson, 6 Thiago; 5 Jojó, 8 Guduga, 7 Rayner, 10 Rodrigo; 11 Tunico, 9 Itaécio.

O time começou o jogo numa displicência que mais parecia que estávamos enfrentando um time de 60 anos: quando quisermos, faremos um gol.

O meio-campo, além de repetir o posicionamento infantil, não conseguia acertar uma sequência de três passes. Rodrigo, ficava igual a barata tonta, torcendo para que alguém “errasse” e a bola chegasse nele de uma forma que facilitasse a criação de uma jogada.

Rui se machucou e Uilton entrou na lateral direita e, assim, Gabriel, se deslocou para a zaga.

O lado esquerdo de nossa defesa era uma avenida e o adversário penetrava com tamanha facilidade, assim como o meio, que dava espaços absurdos. O time do Família só não um gol no primeiro tempo por pura incompetência. Colaboração por parte do Paiaiá FC, não faltou.

Um time atônito. Teve jogadas que após a defesa tirar a bola, os volantes estavam atrás de linha de zaga ( nunca vi isso).

Onde está a animação desses jogadores?

A distância entre o meio-campo e o ataque era mais longe do que sair da Zona Sul para a Zona Leste de São Paulo.

Fomos para o intervalo com um zero a zero e a certeza de um primeiro tempo horrível.

Voltamos para o segundo tempo com Amarelo no lugar de Jojó e Neto no lugar de Thiago. Guduga foi para a lateral esquerda.

Sofremos o primeiro gol do jogo. Amarelo deu uma qualidade melhor ao time. Foi num cruzamento dele que Itaécio empatou de cabeça.

O time parecia tão infantil, que não teve a capacidade de acompanhar, mais de “perto”, o jogador adversário que tinha mais habilidade e que melhor chutava.

O time do Paiaiá sofreu o segundo o terceiro gol, infantilmente.

Com 3 x 1 no placar, para um time que não demonstrava nenhuma ânimo, parecia ter aceitado a derrota.
Tunico fez o segundo gol. Se o time tivesse jogado com mais vontade, não sairíamos com essa derrota.

Mas, diante da apresentação de hoje, repetimos os mesmo erros das duas primeiras partidas, 3 x 2 foi um bom resultado.

Que paremos de errar e pedir desculpas. Afinal, como diz o filósofo Mário Sérgio Cortella, “ninguém aprende com os erros. Aprendemos corrigindo os erros”.

PAIAIÁ FUTEBOL CLUBE, MAIS QUE UM TIME!

 

2 comments

  1. Pois é, muita displicência,estava difícil acertar alguns passes seguidos. O problema no entanto não estava numa formação Nova no meio campo, pois já tínhamos jogado com a mesma formação praticamente. A questão estava no EU. Individualmente não havia sintonia, coletivamente então, já falei no início. Conversei com meu volante, Neto: ele é o cara, fica próximo dele. Mas ele não tem a característica de um Juarez, que olhava para seu zagueiro e dizia: pode deixar esse comigo, e na maioria das vezes cumpria com maestria sua palavra. Precisamos ter prazer em jogar, atenção, dedicação e sobretudo comprometimento. Acredito que, com esse conjunto dito , sairemos de campo felizes independente do resultado, até porque um dos compromissos do PFC é jogar bem seus amistosos.

  2. Amanhã é o dia da virada, não só da virada de placar com estamos acostumados no futebol, mas sim da virada de espírito esportivo e competitivo. Espero essa manchete amanhã no pós jogo: ” Paiaiá joga bem e leva a vitória. ”
    Amanhã todos concentrados e espero uma união coletiva para uma grande harmonia em campo, Vitória será consequência.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *