Um jogo, 4 árbitros e 20 minutos de acréscimos

O CDC Corinthians Manacás é um campo de pequena  dimensões e o Paiaiá foi lá pela primeira vez para enfrentar o Corinthians Manacás.

O jogo começou com 30 minutos de atraso (09h05min) e o sol já brilhava forte.

O Paiaiá entrou em campo com a seguinte escalação: 1 Sílvio, 2 Márcio, 3 Zé Elson, 4 Rui, 6 Thiago; 5 Jojó, 8 Neto, 7 Gabriel, 10 Uilton; 11 Tunico, 9 itaécio.

Além do atraso e organizador do festival não tinha uma bola para o jogo. Portanto, o time visitante ( Paiaiá FC), teve que colocar a bola para que o jogo se realizasse. Um erro da organização.

O time do Paiaiá começou o jogo muito bem. Mesmo sentindo as dificuldades de tocar a bola como é característico do time em função do campo pequeno, o time se impôs em campo e fez  1 x 0 , com Tunico.

Enquanto isso, o adversário começava a reclamar das inúmeras vezes em que o “árbitro” ( primeiro) dava reversão de lateral.

As reclamações por parte do Corinthians do Manacás eram bem acintosas. Resultado disso foi a primeira substituição jogo: um “árbitro” por “outro”.

O bom time do Corinthians do Manacás tentava de todas as formas empatar o jogo. Mas, além do Paiaiá jogar bem na parte defensiva, o ataque funcionava e Márcio fez o seu primeiro gol com a camisa do Paiaiá. Paiaiá 2 x 0 Corinthians do Manacás.

Com 2 x 0 no placar voltamos para o segundo tempo confiantes em segurar o resultado e, quem sabe, fazer mais gols e garantir a vitória.

A pressão do Corinthians era forte e as faltas (inventadas) próximo a área do Paiaiá era perigosas e num lance de bola cruzada na área nossa defesa falhou e o Paiaiá tomou o primeiro gol.

As trapalhadas do “árbitros” não paravam e os dois times reclamavam muito. Entrava em campo o terceiro “árbitro”.

O time do Paiaiá parou se desorganizou em campo. O terceiro gol o jogador estava muito impedido. Admitido pelo próprio jogador. Mas o “juiz” caseiro validou.

Não demorou muito e o Paiaiá empatou o jogo com Rui, de cabeça.

Entrava em campo o quarto “árbitro”. Este, por sua vez, só acabaria o jogo depois que o time do Corinthians fizesse o gol da vitória.

Com a contusão de Tunico e sem jogador reserva, o Paiaiá FC ficou com um jogador a menos.

Sim, após o Corinthians fazer o quarto gol, o quarto “árbitro” acabou o jogo.

O combinado era que o jogo começasse as 8h30 e cada tempo duraria 35 minutos.  Começou as 09h05, teve menos de 10 minutos de intervalo e acabou as 10h50min. Se a conta dos acréscimos, no título, está errada, corrijam, por favor.

Ressalto aqui o bom time do Corinthians do Manacás e a postura correta de seus jogadores. Time bom de enfrentar. Parabéns pela vitória.

Mas em jogo, que poderíamos perder, de forma limpa, ou vencer, é necessário que tenha um “árbitro” que não tenha o pensamento de que o time da casa tem que vencer de qualquer forma. Acho isso vergonhoso e desnecessário.

Paiaiá FC 3 x 4 Corinthians do Manacás

Gols do Paiaiá: Rui, Tunico e Márcio

PAIAIÁ FUTEBOL CLUBE, MAIS QUE UM TIME!

 

One comment

  1. Um dos piores tempos que fiz com o PFC. O segundo tempo meu foi horrível e um dos setores sólidos do time compromete outros, a não ser que tenha um jogador que esteja num dia iluminado, que não foi o caso.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *