Um goleiro também falha

A infeliz partida do goleiro alemão Loris Karius diante do Real Madrid, (26/05/2018), na final da Liga dos Campeões, levou a lágrimas os torcedores do Liverpool , terra dos Beatles, e o próprio goleiro alemão.

O Liverpool que havia perdido seu principal jogador, Salah, por contusão, aos 25 minutos do primeiro tempo, quando era melhor no jogo, sofreu o primeiro gol em uma infeliz saída de bola do goleiro alemão ou por pura esperteza do atacante Benzema?

Ah, mas o goleiro não pode errar. Por que não, cara pálida?

Aliás, o goleiro é o jogador que menos erra em uma partida de futebol.

Por que e atá quando vamos continuar com a “cultura” de que um erro de um goleiro é maior do que um erro de uma atacante quando perde um gol de frente para um goleiro?

A imprensa brasileira adora, com seu bordões, crucificar um goleiro quando erra e os “torcedores piolhos” tende a repetir isso sem o menor questionamento.

O segundo gol e terceiro do Real Madrid, é uma falha do goleiro que começa por uma falha de marcação no setor defensivo, onde os volantes do Liverpool deveria ter diminuído o espaço. 

Mas o chute foi de longe e fácil para o goleiro. Concordo. Mas houve uma falha antes não comentada por ninguém até. Não comentada por o lance termina numa falha do goleiro.

Sim, falha essa também não comentada, de forma técnica, por ninguém até agora.

Vamos ao lance: chute de longe, não forte e de fácil defesa. A forma mais comum de defender esse lance para o goleiro é  posicionando as mãos de maneira que os dois polegares fiquem como com as pontas dos dedos próximo uma da outra. Assim, caso a bola queira fugir, será impedida.

Outra forma é posicionar as mãos da mesma forma e deixar a bola cair no gramado, fazendo uma defesa em “dois tempos”.

Mas o principal erro foi no posicionamento da mãos.  Se olharmos bem a imagem, Loris Karius posiciona suas mãos para segurar a bola, mas os seus quatros dedos, menos os polegares, ficam como se estivesse apontando para a bola. Ou seja, ele pretendia segurar a bola e já sair rapidamente uma jogada.

Seu corpo, que deveria estar posicionado com os dois pés firmes no gramado, já está um pouco inclinado para o lado direito e fora do chão. Outro erro grave para nesse tipo de jogada.

O erro principal dessa lance está no posicionamento do seu corpo.

Ao final do jogo, Real Madrid 3 x 1 Liverpool, o goleiro, em lágrimas, pediu desculpas aos torcedores presentes que o retribuiu com aplausos, por sabermos que todos em um jogo de futebol pode falhar, inclusive o goleiro.

Ah, os dois goleiros do jogo foram os que menos falharam na partida.

Goleiro não é vilão. Goleiro é uma filosofia de vida.

Let’s gol, Loris Karius !

Imagens de internet.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *