Goleiros

Dia 26 de abril é o dia do goleiro.  O dia foi criado em homenagem ao aniversário de um grande ídolo brasileiro da posição: Haílton Corrêa Arruda, o Manga. Eu, Carlos Sílvio, goleiro do Paiaiá FC, fui conversar com quatro goleiros:

Rui , atua pelo Santa Paula e Paiaiá FC; Cristiano Rodrigues,  Fábio Fly, Rui Prado e Jefferson Viana, treinador de goleiros da academia de goleiros de Zetti, Fechando o Gol.

Pedir para eles responderem as mesmas perguntas, também incluir a minha resposta, veja a seguir no deu esse bate papo.

1 – Qual sua altura?

Carlos Sílvio: 1,73 cm;

Jefferson Viana: 1,83 cm;

Rui Prado: 1,81 cm;

Fábio Fly: 1,77 cm;

Cristiano Rodrigues: 1,75 cm;

 

2 – Em que time joga na várzea?

C.Sílvio: Paiaiá FC;

Jefferson: CDHU;

Rui: Santa Paula e Paiaiá FC;

Fábio: Nosso Time FC;

Cristiano: UACA( União de Amigos da Cidade Ademar.

 

3 – Por que decidiu ser goleiro?

C.Sílvio: Não sei bem o motivo. Só sei que fui me apaixonando pela posição;

Jefferson: por gostar de pular…

Rui: Ah, tava no sangue;

Fábio: Desde criança gostava de ser goleiro. Era o cara diferente, pois usava uniforme mais legal, pulava o tempo todo e podia usar as mãos.

Cristiano: Comecei jogando na linha e jogava futsal, também.  Na época ficamos sem goleiro e eu comecei a jogar no gol. As pessoas elogiavam muito e me sentia bem. Eu já admirava vários goleiros profissionais, como Taffarel, Zetti e Veloso.  E tinha um goleiro Italiano muito bom…o Walter Zenga. Comecei a pegar gosto, virei goleiro do time da escola, aos 13 anos passei a jogar futebol de campo. Me apaixonei pela arte de ser goleiro e nunca mais parei.

4 –  O que é preciso para ser um bom goleiro?

C. Sílvio: Persistência, amor pela posição porque no início é um pouco difícil. Tem que aprender a cair, nos machucamos muito.

Fábio: Ter coragem, liderança, agilidade e um tempo de reação legal.

Rui: Em primeiro lugar você tem que gostar do que faz.  Depois, saber fazer com qualidade e dedicação.

Jefferson: Treinar muito.

Cristiano: –  É preciso muita disciplina, muita dedicação e amar a profissão.  O goleiro tem treinar muito, treinar, treinar, treinar treinar sempre.  Tem que ter um lado psicológico muito bom, ser tranquilo e ao mesmo tempo ser um líder. Humildade conta muito, respeitar as pessoas, companheiros de equipe e os adversários sempre. Saber que essa profissão tem seus altos e baixos, as vezes no mesmo jogo. Hoje você pode ser o ídolo do time, mas amanhã pode ser o reserva, e por isso, manter a regularidade é fundamental. Eu considero o goleiro a peça mais importante do time. Quando um jogador de linha falha, o goleiro está lá para salvar, mas quando o goleiro falha, não tem ninguém pra salvar, e isso pode por tudo a perder. Então, ter na cabeça que ele precisa aprender sempre é o começo de uma longa carreira de sucesso.

5 – O que considera pior para um goleiro?

Sílvio: Falta de confiança;

Rui: Ser a última opção na defesa, por isso não pode falhar.

Fábio: Acho que o excesso de confiança pode atrapalhar e tirar a concentração.

Jefferson: Ansiedade.

Cristiano: Para mim, pior pra um goleiro é tomar gol. Não importa como seja. Mas o gol frango ou a falha (que são duas coisas completamente diferentes), pode fazer com que o goleiro desanime, e isso é terrível. As pessoas geram expectativas em você, então, cometer uma falha ou tomar um frango, é desesperador (risos).

 

6 – Sua luva é…

C. Sílvio: peça íntima;

Rui: …tem q ser de boa qualidade;

Jefferson: Rinat (marca);

Fábio: Minha companheira.

Cristiano: Instrumento fundamental para uma boa atuação. As luvas podem influenciar muito no desempenho do goleiro em uma partida. O bom goleiro sabe escolher bem sua luva, aquela que melhor se adapta ao seu estilo de jogo. Hoje no mercado encontramos vários tipos de luvas de diferentes marcas, com cortes diferentes e tecnologia que facilita o trabalho do goleiro. Eu particularmente gosto das luvas com corte Ronffinger, e que tenha o sistema finger save, que são aquelas proteções de dedos.  São talas inseridas dentro dos dedos das luvas, ajudando o goleiro a evitar fraturas.

7 – Um Ídolo?

C. Sílvio: Vou citar dois. Rogério Ceni e Peter Schmeichel (Dinamarquês);

Rui: Deus;

Fábio: Zetti;

Jefferson: Rogério Ceni;

Cristiano:  Tenho vários: Marcos, Zetti, Veloso, Buffon, Cassilas, mas o principal, aquele que eu considero um dos melhores que vi jogar é o Taffarel. Eu virei goleiro inspirado no Taffarel, pra mim ele era completo jogando.Tinha um tempo de bola fantástico e uma tranquilidade incrível

8 – Tomar um gol frango é…

C. Sílvio: é como se um prédio caísse em sua cabeça;

Rui: Constrangedor;

Jefferson: Evitável;

Fábio: Um acidente de trabalho;

Cristiano: É coisa que acontece com todo goleiro. Dizem que o goleiro que não toma frango, não é bom goleiro (risos).

9 – Como você  analisa a  importância de se aprimorar os trabalhos com os pés?

C. Sílvio: De extrema importância para o futebol de hoje;

Rui: Fundamental para o futebol.

Jefferson: Fundamental e uma arma poderosa de ataque;

Fábio: Fundamental, pois nos tornamos peças mais participativas no jogo, ajudando o time nos momentos de aperto, quando necessário;

Cristiano: Hoje no futebol moderno, o goleiro tem que fazer parte do esquema tático do time. É fundamental que o goleiro treine esse fundamento e importantíssimo que os treinadores e atletas dêem condições para que o goleiro possa participar mais coletivamente. O goleiro tem que ter isso em mente. Isso pode ser um grande diferencial.

10 –  Estamos nos aproximando da Copa da Rússia, quais os 3 goleiros brasileiros  que você levaria para a Copa ?

C. Sílvio: Ederson, Alisson e Grohe;

Rui: Cássio (Corinthians), Ederson ( M. City e Marcelo Grohe ( Grêmio);

Fábio: Alisson, Ederson e Vanderlei;

Jefferson: Alisson, Ederson e Grohe;

Cristiano: Eu sempre digo que convocação é momento.  O goleiro que estiver em melhor condição técnica, psicológica e física, merece ser convocado. Hoje se eu fosse treinador da Seleção, levaria na ordem, Alisson (Roma), Éderson (Manchester City) e Wanderley (Santos).

11 – Atualmente, quem é o melhor goleiro do mundo pra você?

C. Sílvio: Neyer, Alemanha;

Fábio: Buffon, disparado;

Rui: De Gea ( M. United);

Jefferson: Oblak;

Cristiano: Atualmente, apesar de não está jogando, o melhor do mundo é o Neyer da Alemanha.

12 –  Como se sente após defender um pênalti?

C. Sílvio: Vingado. O pênalti é uma covardia para com o goleiro;

Rui: – Feliz por superar um momento q vc está em desvantagem;

Fábio: Sensação que fiz um golaço;

Jefferson: Extasiado;

Cristiano: Alegria imensa, só quem passa por isso é que pode entender (risos);

 

13 – Ser goleiro é…

C. Sílvio: Um máximo;

Rui: Uma posição especial. Existe um ditado popular q diz: ” goleiro bom é meio time”.

Fábio: Um modo de vida;

Jefferson: É efender sua camisa como se fosse a coisa mais importante a vida;

Cristiano: –  Ser goleiro é tudo.  Eu costumo dizer que é um ESTILO DE VIDA. É o primeiro a chegar e o último a sair do treino. É o cara que tenta evitar o inevitável, o gol.

O mais desvalorizado, o menos reconhecido, e mesmo assim, ser goleiro é uma arte.

 

14 – 26 de abril é o dia do goleiro, mas por que que existe essa data?

C. Sílvio: Uma homenagem ao aniversário de um grande ídolo brasileiro da posição: Haílton Corrêa Arruda, o Manga.

Fábio: Aniversário do Grande Goleiro Manga;

Jefferson: No Brasil se comemora do 26/4 devido ao aniversário do Manga;

Cristiano: Essa da foi criada para homenagear o goleiro Manga, que jogou no Internacional de Porto Alegre e Seleção Brasileira. Um dos melhores goleiros da história do futebol. O dia 26 de Abril é a data de aniversário do goleiro Manga que hoje vive no Paraguai.

Rui:  essa não sei..

 

Obrigado a todos que participaram e parabéns a todos os goleiros.

 

Edição e organização: Carlos Sílvio

Imagens: arquivo pessoal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *