Rafa Prado é o nome dele

O segundo confronto ( o primeiro foi um empate em 2 x 2 ) entre as equipes Paiaiá FC e Misturão seria recheado de gols e, mesmo assim, o bom futebol não apareceu.

Ainda desfalcado do zagueiro Zé Elson que se recupera de uma contusão, o Paiaiá entrou em campo com a seguinte formação: 1 Sílvio, 2 Gabriel, 3 Rui, 4 Jojó, 6 Thiago; 5 Neto, 8 Regis, 7 Uilton, 10 Rodrigo; 11 Tunico, 9 Binho.

Não, essa formação não é responsável/culpada por uma má apresentação técnica do time no jogo de hoje. Esse time tem total condições de apresentar o mesmo futebol apresentado nos jogos anteriores e, com todo respeito ao Misturão, mais forte fisicamente em função da diferença de idade.

Os passes errados se sucediam em uma sequência incrível. Parecia um time totalmente desentrosado e desconhecido em campo.

Mesmo com a apresentação de um mal futebol os gols começaram a sair: Binho abriu o placar e já virou rotina ele fazer o famoso hat trick em um jogo. Logo em seguida Regis faria o segundo gol e. novamente, Binho faria mais um, dessa vez, cobrando falta.

Tunico se encarregou de fazer 4 x 0. Ainda no primeiro tempo o Misturão FC diminuiu em uma bela cobrança de falta.

Fomos para o intervalo com 4 x 1 no placar.

Voltamos para o segundo tempo com essa vantagem e com Rafa Prado em campo no lugar de Rodrigo.

O time Misturão fez o seu segundo gol em uma cobrança de pênalti. Esse gol desorganizou ainda mais o time do Paiaiá.

É normal uma relaxado depois de uma boa vantagem no placar. O problema é que o Paiaiá não conseguia aproveitar a vantagem que tinha para fazer a bola girar com mais tranquilidade e acertar o posicionamento em campo.

O Paiaiá fez o quinto gol com Tunico e, em seguida, o Misturão faria o seu terceiro gol. Não percam a conta: Paiaiá 5 x 4 Misturão.

Depois de um lançamento de Rui, Binho tocou por cima do goleiro que saiu desesperado, em vão, para fazer o seu terceiro gol e o sexto do Paiaiá.

Em um jogo de 11 gols a estrela de um menino que busca seu espaço no futebol profissional viria a brilhar.

Além da facilidade de se movimentar para receber a bola, sabe proteger e tem uma qualidade técnica incomum para um garoto de apenas 15 anos de idade.

Rafa Prado terá um futuro brilhante no futebol profissional. Fato!

Falta para o Paiaiá do lado direito do campo. Lugar propício para o um bom canhoto como Rafa Prado.

Posicionado, esperando a autorização do juiz, ao soar do apito , três passos para a bola e um soar do contato de seu pé canhoto na bola (tchá) e a trajetória da bola parecia um voo de um passarinho a procura do lugar mais aconchegante entre as folha de uma árvore.

Tão certo como o voo de uma passarinho foi a a execução de sua cobrança de falta.

Um golaço, uma pintura, com classe…

Uma categoria que fará com que seu passe se valorize

Em um futuro breve nos gramados profiossionais .

Ou como diz Gabriel, O Pensador: ” Sempre alimente a esperança de vencer. Só duvide, de quem duvida de você”.

Parabéns, Rafa Prado e sucesso. Estamos torcendo por você.

Parabéns a todos que colaboram para mais uma vitória do Paiaiá FC.

PAIAIÁ FUTEBOL CLUBE

 

 

One comment

  1. Parabéns para o garoto e para o grupo. Além do bom futebol que hoje não “quis” entrar em campo, mais uma vez temos que ter atenção com nossos comentários que muitas vezes vêm carregado de palavras ofensivas, não só por se, mas pela forma que são pronunciadas. Outro problema e talvez o pior é cometer erros como esses e não reconhecer, pois “todos” nós estamos expostos e podemos está dos dois lados ( ofendido ou ofensor ). Dentro de campo a probabilidade que isso aconteça é maior e devemos está atentos para um sincero pedido de desculpas caso isso se realize. Uma frase feliz de um colega: saímos de nossa casa num domingo para “curtir” e não nos aborrecer, triste isso.
    Triste, pois já tivemos atuações semelhante a essa e até perdemos o jogo, mas a cena de desrespeito marcou esse 25/03/2018.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *