Derrota injusta

A série de jogos do Paiaiá FC sem vencer poderia ter se encerrado hoje  no CDC Vila da Paz, Interlagos. Mas quando a fase não ajuda mesmo apresentado um bom futebol, o resultado positivo fica escondido a luz do bom futebol como um todo.

O jogo foi contra a forte e jovem equipe do Turma Águia Negra da Vila da Paz. Uma equipe com jogadores, em sua maioria, de 20/21 anos de idade. Isso não é nada temerário para a equipe do Paiaiá FC que conta com jogadores até de 49 anos e, temos o histórico de fazer bons jogos contra equipes fortes.

Entramos em campo com: 1 Sílvio, 2 Gabriel, 3 Zé Elson, 4 Rui, 6 Jojó; 5 Pedro, 8 Neto, 7 Marcos, 10 Uilton; 11 Tunico, 9 Binho.

O combinado era entramos em campo para fazer uma boa apresentação , a vitória seria uma consequência do que fizéssemos em campo. E…

Com Pedro jogando na frente de zaga, além de ganharmos em qualidade técnica , ganharíamos também no fator ocupar melhor aquele espaço. Espaço esse, que o time sofreu nos últimos jogos por não ter um jogador com essas qualidades.

Sim, teve bom toque de bola, teve jogadas que lembraram o bom futebol do Paiaiá FC e teve como resultado disso dois gols de vantagem no placar.

Sim, fizemos 2 x 0 e a molecada não parecia acreditar.

Binho em duas belas jogadas fez 2 x 0 para O Paiaiá FC ainda no primeiro tempo.

Com esses dos gols a confiança voltava de vez, não fosse dois vacilos e que fez com que fôssemos para o intervalo com 2 x 2 no placar.

Para o segundo tempo tínhamos três substituições a fazer.

Entraram Diogo, no lugar de Marcos, Thiago no lugar de Jojó; Allan no lugar de Marcos; Diogo no lugar de Pedro.

Um coisa é fato: foi um erro crucial. O rendimento do time caiu drasticamente. O time do Águia Negra teve muito mais volume de jogo e o Paiaiá não conseguia sair tocando a bola como fizera na primeira etapa.

É claro que todos querem jogar e isso é absolutamente normal. Mas, é necessário que para voltemos a encantar,jogar um bom futebol, formar um time dentro de campo é necessário agirmos como um time. As mudanças tem que ser de acordo com a necessidade do jogo.

O erro foi tão visível que um dos jogadores adversário ao sair de campo na metade do segundo tempo me falou:” para que vocês mudaram 3 jogadores de uma só vez. Arrebentou o time de vocês, vocês estavam bem..”

Tomamos o gol da virada num momento que não mais conseguíamos tocar a bola com tranquilidade.

Acredito que o resultado mais justo, pelo jogo que fizemos , pelo equipe que enfrentamos , seria um empate.

Precisamos aprender a formar um time dentro de campo. Só assim retomaremos o caminho das vitórias e do bom futebol.

Esse erro já foi cometido por nós em diversos jogos , mas quando a fase é ruim tudo isso fica mais evidente.

Temos também que escalar o time de acordo com o adversário. O jogar por jogar e mudar por mudar, vem atrapalhando.

A declaração de Alex no intervalo do jogo na quinta feira passada (“para que mudar , agora que o time acertou!”), é o maior erro que temos cometido.

 

Fizemos uma boa partida e merecíamos um empate. Todos estão de parabéns pelo empenho. Binho pelos dois gols, também.

A presença de Pedro foi fundamental para o bom primeiro tempo que fizemos.

Não podemos continuar agindo da mesma forma . As coisas mudam e há , agora, uma necessidade visível de mudança de postura.

Como disse o genial Guimarães Rosa: “o animal satisfeito dorme”!

É hora de juntar as ideias em prol do Paiaiá Futebol Clube e fazer com que sejamos mais que um time .

O abraço hoje vai para o amigo João Camilo Cunha em Salvador- Bahia.

Abraço!

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *