Existe hora errada para vencer?

O time do Sociedade Esportiva Satélite é “carne de pescoço”. Já jogamos contra entre eles várias vezes nos últimos 18 anos. Já o vencemos de goleada, já perdemos de goleada e a rivalidade tende a aumentar a cada jogo bom, como foi o de hoje.

O Paiaiá FC entrou em campo com : 1 Sílvio, 2 Márcio, 3 Zé Elson, 4 Gabriel, 6 Thiago; 5 Jojó, 8 Diogo, 7 Marcos, 10 Rodrigo; 11 Uilton, 9 Binho. 20170416_093750

Com esse time em campo não tememos rivalidade, adversário, campo pequeno, etc. Quando entramos em campo todos pareciam bem ligados no jogo. Pareciam, porque em alguns momentos erramos no posicionamento defensivo, dando algum espaço para o adversário esboçar algum perigo contra a nossa ‘meta’.

E foi num pequeno vacilo que levamos o primeiro gol da partida. É importante que ao tomar um gol no início do jogo de um time bom, tenhamos tranquilidade e bom posicionamento tático para não levarmos o segundo.

E foi assim que o Paiaiá FC fez. Campo pequeno, bom toque de bola , várias chances criadas e em muitas o juiz assinalava fuera de juego.

E foi numa bela jogada individual que Binho fez o gol de empate , um golaço. Esse gol deu ao Paiaiá ainda mais poder de reação e concentração. O time brigou pela bola de forma guerreira.

Voltamos do intervalo com Neto no lugar de Uilton (que vem jogando o fino da bola) e, Flávio no lugar de Marcos.

Essas alterações deu ao Paiaiá algo que faltou no primeiro tempo: poder ofensivo. Com Flávio jogando entre os 2 zagueiros, Binho tinha mais liberdade de movimentação.  E numa de suas arrancadas, pôs a bola na frente e chutou de fora da área, lado esquerdo do ataque, para colocar o Paiaiá FC em vantagem.

O sistema defensivo do Paiaiá FC na segunda eta parecia uma barreira impenetrável. Não perdia uma bola. Na frente o time criva e o juiz marcava impedimento além das faltas invertidas contra o Paiaiá FC.

O clima esquentou depois que Binho (  homem do jogo) levou um ponta pé e quem foi expulso foi Rodrigo por reclamação.20170416_115559

Mesmo com um a menos o Paiaiá jogava de igual para igual.

Binho, o artilheiro da temporada com 11 gols, se encarregou de dá números finais a partida com um  hattrick. Três gols na partida e um jogaço.

Claro que ele tem direito a pedir música. Fala , Binho: ” Eu gostaria de agradecer a Deus que me ajudou a fazer 3 gols na mesma partida e ajudar a equipe sair com mais uma vitória. O grupo é forte, tá unido e gostaria de pedir a música “Quando Tudo Diz Que Não”( https://www.youtube.com/watch?v=kIgp_PBTl_U ) e oferecer para toda minha família”.

Uma coisa que é muito importante e precisa mudar na várzea é a questão dos “árbritos”. Pagamos R$ 100, 00 num jogo de festival e os organizadores precisam ter alguém que apite de forma imparcial. A cada jogo estamos enfrentando um juiz tendencioso. É preciso que se aplique o mesmo critério para os dois lados.

Não sei se existe hora errada para vencer, mas o certo é que essa era o jogo e a hora certa para vencermos.

Dedicatória!

O abraço de hoje é para o nosso ilustre torcedor Antônio Mário ( Tonho do Paiaiá). Ele que acompanha tudo lá de Salvador- Bahia. Um grande incentivador e colaborador do projeto Paiaiá FC.

Parabéns a todos pela vitória.
Feliz Páscoa a todos !

PAIAIÁ FUTEBOL CLUBE, MAIS QUE UM TIME 1

2 comments

  1. Realmente foi uma bela apresentação do PAIAIÁ FC,embora ainda espere mais de jogadores como Rodrigo e Márcio que mesmo tendo feito uma boa partida, sei que podem fazer muito mais.
    Outro ponto que me deixou triste, foi o fato do treinador, cidadão que já jogou comigo, ter passado o jogo inteiro me acusando de ser violento. Por este motivo, falei logo após o jogo que devemos deletar o nome de alguns time e sinceramente, não pretendo enfrentar mais esta equipe.
    PARABÉNS PAIAIÁ FC e especialmente a Binho pelos 3 gols.

  2. Outro que merece reverência, é Uilton, não pelo jogo de hoje, mas pela sequência de boas apresentações e ausência de contusões. Joga muito MOLEQUE.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *