Paiaiá FC goleia e faz o “dever de casa”!

Começamos o jogo enfrentado a dificuldade do gramado, pois estamos acostumados a jogar em gramado sintético e, devido as contusões de alguns jogadores (Uilton, Gabriel, Jean)fomos com uma escalação um pouco diferente do habitual : 1-Sílvio, 2-Marco Aurélio, 3-Zé elson, 4- Rui, 6-jojó; 5- Zé Nilton, 8- Alex(estreante), 10- Binho, 7-Rodrigo; 11-Tunico, 9-Fabrício; o que levou parte do primeiro tempo para ser superado.

.20160501_082814[1]

Resolvido esse impasse e a mudança que fizemos em alguns setores, seja por necessidade ou por opção, trabalhamos a “bola” como de costume, tocando com objetividade e consciência. Naturalmente saiu o primeiro gol com um toque em profundidade de Fabrício  para a penetração rápida e conclusiva de Tunico.

Na sequência perdemos a agressividade, pois nosso ARMADOR, peça importante no setor ofensivo, simplesmente parou de jogar, desmotivado pela cobrança, justa, dos companheiros. Percebendo a pouca qualidade do setor defensivo em sair jogando, adiantamos a marcação e conseguimos , num desarme e toque rápido o segundo gol com Fabrício (artilheiro da temporada de 2015 que fez o seu segundo jogo na atual temporada).

Veio o segundo tempo e parecia ser outro jogo. O reflexo disso foi a pouca qualidade, seja individual ou coletiva principalmente no segundo tempo.Perdemos a concentração no jogo. Não havia troca de passes como de costume por parte de nosso time é o jogo ficou feio.
Parecia dois times medíocres jogando, com todo respeito ao adversário, mas nós não deveríamos ter aceitado. Era para deixar os caras tontos de tanto trabalhar a “bola”
Conseguimos dar espaços para o adversário, que quase conseguem marcar um gol. Mesmo abaixo das atuações “normais”,  chegamos ao terceiro gol com passe de Binho para Neto que teve o trabalho de empurrar para o fundo da rede.20160501_082843[1] Por fim, para fechar nossa atuação medíocre, fizemos o quarto gol, com Binho numa belíssima cobrança de falta.
Obs. Não podemos deixar de destacar a atuação firme e sempre concentrada, principalmente por cima,  do zagueiro Rui.20160501_082846[1]
Está faltando um pouco de vibração do nosso time no setor ofensivo. O pessoal da defesa ao fazer um desarme, um lançamento e até mesmo uma falta vibra. Acho que essa vibração deve contagiar todos do grupo. Lembremos de Uilton e Gabriel que estavam fora de campo, vibraram muito mais que os jogadores da frente.
Foi um jogo com poucas emoções, pouca concentração, logo teríamos muitos erros. O que não pode acontecer é perdemos a concentração num jogo desse para nós mesmos.20160501_082954[1]
Até a próxima.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *